Jul 042016
 

A  ONG  AD-Acção  para  o  Desenvolvimento  em  parceiria  com  AIN  onlus,  COAJOQ,  Fundação  Mario
Soares e Governo Regional de Cacheu,  no dia 8 de Julho de 2016 (Sexta-feira)  vai inaugurar  o Memorial de
Escravatura e Trafico Negreiro  de Cacheu,  realizado  no quadro do Projeto “Cacheu, Caminho de Escravos”,
cofinanciado pela União Europeia.
A  instalação  do  Memorial  de  Escravatura  e  Trafico  Negreiro  de  Cacheu  permitirá  contribuir  para
compreensão  da  identidade  histórica  dos  africanos  e  dos  guineenses  e  para  construção  de  uma  memoria
partilhada que possa favorecer uma  nova cultura de justiça  social e de paz.  Para alem do seu valor histórico e
cultural o mesmo poderá tornar-se num polo de atratividade turística  e de  dinamização  comunitária  induzindo
externalidades positivas à Economia Regional. Com este Memorial em funcionamento será melhorado o acesso
à  cultura,  tornando-a  mais  próxima  das  comunidades  locais  e  da  população  do  país  e  ainda  melhorada  a
apropriação dos processos de produção e promoção cultural, por parte dos seus protagonistas ,  particularmente
agentes e promotores culturais.
O projeto  “Cacheu Caminho de Escravos”  foi  implementado  no  período  2012-2016  pela  ONG ADAcção  para  o  Desenvolvimento  em  parceiria  com  AIN  onlus,  COAJOQ,  Fundação  Mario  Soares  e  Governo
Regional de Cacheu  e  foi  cofinanciado pela União Europeia,  visando:  a)  Promover o resgate e vulgarização da
cultura  e  história  de  Cacheu;  b)  Promover  a  cultura  e  identidade  local  como  meio  de  redução  da  pobreza,
criando  riqueza através de novas  atividades  económicas; c) Potenciar a diversidade cultural étnica enquanto
fator de paz, desenvolvimento e unidade nacional para uma imagem multicultural da Guiné-Bissau.

Ler o Comunicado de imprensa